Páginas

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

PLANO DE AULA: Por que ter? ... Como fazer?


Uma previsão do que será lecionado
Ao adentrar em uma sala de aula o professor deve sempre ter em mente o que irá lecionar para aquela turma, ele deve saber o conteúdo, de que maneira vai abordar o assunto, quais os recursos didáticos necessários para aquela aula e, acima de tudo, ter uma aula bem preparada. Todo esse preparo tem um nome específico e chama-se plano de aula. Um plano de aula é um instrumento de trabalho do professor, nele o docente especifica o que será realizado dentro da sala, buscando com isso aprimorar a sua prática pedagógica bem como melhorar o aprendizado dos alunos.

O plano de aula funciona como um instrumento no qual o professor aborda de forma detalhada as atividades que pretende executar dentro da sala de aula, assim como a relação dos meios que ele utilizará para realização das mesmas. De maneira bem sintetizada pode-se dizer que o plano de aula é uma previsão de tudo o que será feito dentro de classe em um período determinado. É importante lembrar ao professor que a elaboração de um plano de aula não o isenta de preparar as aulas a serem ministradas, pelo contrário,
ele deve sempre preparar uma boa aula, apresentando um esquema e uma seqüência lógica dos temas trabalhados.

Um plano de aula tem como principal objetivo fazer a distribuição do conteúdo programático que será trabalhado durante o ano, o semestre, o trimestre, etc. e nele ainda deverá constar o número de aula e o tempo necessário para cada assunto abordado dentro da disciplina. É importante ressaltar que o plano de aula deve ser encarado como uma necessidade e não como exigência ou obrigação imposta pela coordenação do colégio.

Apesar de ser uma ferramenta que descreve detalhadamente os elementos necessários para o desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem, o professor não deve ficar escravo dela, ou seja, ele pode se afastar do plano de aula sempre que os alunos tiverem necessidade, por exemplo, se o professor de física está lecionando a matéria de calorimetria que estava elaborada no plano de aula e sente a necessidade de fazer uma demonstração experimental para melhor fixação de conteúdo dos alunos, ele pode fazer sem medo, pois nem sempre é possível seguir à risca o plano.

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...