Páginas

terça-feira, 21 de agosto de 2012

“Corre cotia na sala da tia...”: Comemorando o Dia do Folclore na escola.

Dados da Aula

O que o aluno poderá aprender com esta aula
Planejar e realizar festividades pelo Dia do Folclore, envolvendo toda a comunidade escolar, como forma de resgatar, preservar e manter viva a nossa cultura.
Desenvolver a capacidade de escutar, de dialogar e de respeitar os diferentes pontos de vista relativos à preparação das atividades comemorativas.
Respeitar e valorizar a diversidade e riqueza do folclore brasileiro.
Duração das atividades
Três aulas de 50 minutos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Professor, para o desenvolvimento da aula, é importante que os alunos tenham conhecimentos básicos de leitura, interpretação e escrita. Sugerimos que visite nossa aula publicada no Portal, intitulada: “Ética e Folclore: É verdade que existe lobisomem?” e, se for do interesse da turma, que desenvolva as atividades propostas. Você encontrará indicações de alguns sítios de vídeos, textos e artigos contendo informações importantes sobre o folclore nacional. Vale à pena conferir!
Estratégias e recursos da aula

Introdução: Palavras iniciais para o professor

“Por que a proposta de comemorar o Dia do Folclore na escola? Já não bastam as exigências e ‘cobranças’ dirigidas a nós, professores, no dia-a-dia da escola? São tantos os nossos desafios! Temos um conteúdo curricular a cumprir e temos medo de não conseguir fazê-lo, com qualidade, num curto espaço de tempo... temos que elaborar planejamentos, corrigir cadernos, preparar atividades avaliativas, participar de cursos e reuniões... e mais... e mais... Agora, mais essa?”
Você reconhece essa fala, professor? Já pensou em exercitar o seu poder criativo para transformá-la?
Pois bem, ao propor esta aula, refletimos sobre algumas possibilidades: a de aproximar as pessoas e fortalecer os vínculos grupais a partir do interior da escola; a de desenvolver a capacidade de escutar, de dialogar e de respeitar os diferentes pontos de vista; a de realizar projetos de trabalho interdisciplinar, contemplando os conteúdos curriculares das diferentes áreas do saber; a de aprender a pesquisar, selecionar e relacionar informações e, principalmente, a de resgatar, preservar e manter vivo esse bem cultural - o folclore brasileiro.
Vamos encarar juntos mais esse desafio?
Compartilhe com os alunos a proposta de comemorar o Dia do Folclore na escola. Diga-lhes que, para isso, será necessário muito estudo, pesquisa e muita diversão também e que você espera a participação e o envolvimento de todos!
Converse com os professores, coordenadores de área, bibliotecários e direção da escola sobre a intenção de desenvolver projetos interdisciplinares para trabalhar o tema “Folclore” com os alunos. Explique que será preciso realizar alguns encontros para planejamento e avaliação do trabalho, na busca de aproximar as propostas de estudo/pesquisa com os conteúdos curriculares de cada área do conhecimento. Diga-lhes, ainda, do desejo de contar com a participação de todos no planejamento e durante a realização das festividades pelo Dia do Folclore.

Agora, só para lembrar...

“Folclore é o conjunto de todas as tradições, lendas e crenças de um país. O folclore pode ser percebido na alimentação, linguagem, artesanato, religiosidade e vestimentas de uma nação. Segundo a Carta do Folclore Brasileiro, aprovada pelo I Congresso Brasileiro de Folclore em 1951, ‘constituem fato folclórico as maneiras de pensar, sentir e agir de um povo, preservadas pela tradição popular, ou pela imitação’. O folclore é o modo que um povo tem para compreender o mundo em que vive. Conhecendo o folclore de um país, podemos compreender o seu povo. E assim conhecemos, ao mesmo tempo, parte de sua História. O folclore brasileiro, um dos mais ricos do mundo, formou-se ao longo dos anos principalmente por índios, brancos e negros (...)”.
O texto, na íntegra, está editado no link abaixo. Ele poderá ser utilizado nos momentos da aula, pois aborda aspectos importantes para o desenvolvimento do trabalho.   

Atividade 1:

Entendendo o folclore como uma manifestação plural, constitutiva da nossa identidade e da identidade de toda uma nação, nada como iniciar a aula ouvindo o que têm a dizer os alunos sobre seus costumes, tradições e crenças.
Organize os alunos em semicírculo para dar início à conversa. Anote as falas que julgar importantes para serem usadas como exemplos durante a aula valorizando, assim, o grupo familiar e as experiências de vida dos alunos!
Sugestão de diálogo:
Como é o dia a dia de vocês? O que costumam fazer? Como é o final de semana com as suas famílias? O que costumam fazer juntos? Gostam de viajar? De passear? Vocês comemoram os aniversários em família? E o Natal? E as festas juninas? O que costumam comer em casa? Algum prato diferente ou especial? As pessoas da família gostam de contar casos? Quais os casos mais interessantes? Frequentam igrejas? Cultos? Em que acreditam? Participam de festas populares? Quais? Que tipos de música costumam escutar? Dentre outras perguntas.
Nos relatos, professor e alunos poderão compreender que as histórias de vida se mesclam com as histórias do grupo familiar e social. Perceber, também, a diversidade presente no espaço da sala de aula e ainda reconhecer que podemos aprender uns com os outros. Aprender a escutar, a respeitar, a valorizar cada um na sua singularidade, na sua diferença!
Logo após a conversa, lance algumas questões para os alunos: Para vocês, o que é o folclore? Que relações vocês conseguem estabelecer entre o que disseram e o que ouviram dos colegas com o conceito de folclore? É possível reconhecer, no dia a dia, aspectos do folclore influenciando as nossas vidas? Já pararam para pensar que o nosso modo de agir, de relacionar e de sentir é um fato folclórico? Que outras manifestações culturais vocês conhecem e que são próprias do folclore?
Na sequência, convide os alunos para assistir aos vídeos sugeridos, nos quais eles terão oportunidade de ampliar seus conhecimentos acerca do conceito de folclore e suas principais manifestações. Peça que registrem no caderno as informações apresentadas que julgarem mais importantes.
Sugestão de vídeos:

Folclore. Disponível no link http://www.youtube.com/watch?v=kE00qoOTlok&feature=related

Folclore Brasileiro. Disponível no link http://www.youtube.com/watch?v=ZluM7jTUP5o

Apresentação Folclore vídeo (1). Disponível no link http://www.youtube.com/watch?v=35u4Va1tROk

Folclore é fonte para o turismo cultural. Disponível no link:
http://terratv.terra.com.br/videos/Diversao/Vida-e-Estilo/Colegio-Web/4692-256346/Folclore-e-fonte-para-o-turismo-cultural.htm
Após a exibição dos vídeos, peça aos alunos para ler suas anotações. Explore as principais idéias colocadas por eles e complemente com outras informações contidas nos vídeos. Estabeleça relações entre as informações e as respostas dos alunos às questões anteriores procurando, assim, integrar toda a discussão realizada até o momento.
Momento de produção de textos informativos...
Dando prosseguimento, elaborem e escrevam em cartazes, sínteses coletivas sobre o que é o folclore, a definição de folclore dada pela Carta do Folclore Brasileiro, a origem da palavra folclore e como se originou o folclore no Brasil, as características do folclore, as principais manifestações folclóricas das diferentes regiões do país e o porquê de se comemorar o Dia do Folclore.
Os cartazes com os textos informativos deverão ser ilustrados e devidamente guardados para serem expostos no Dia da Comemoração do Folclore na escola. Os professores de Educação Artística poderão ser parceiros no momento da produção dos cartazes, sugerindo técnicas, trabalhando com recursos variados, próprios desta área de conhecimento.
(Professor, os textos informativos poderão ser produzidos com a colaboração dos professores da área de Língua Portuguesa. No tópico Recursos Complementares desta aula, fizemos sugestões de alguns links com o objetivo de favorecer o trabalho de pesquisa dos alunos).

Atividade 2:

Para iniciar esta atividade, brinque um pouco com os alunos! Brinque de “Folclorear”! Planeje e realize esse momento do brincar com os professores de Educação Física, Língua Portuguesa e demais professores das outras áreas. Algumas brincadeiras poderão acontecer na própria sala de aula e outras, no pátio da escola.
Algumas possibilidades de brincadeiras/atividades:
Brincadeiras:
Corre–cotia, pipa, corrida de saco, bambolê, peteca, bola de gude, amarelinha, boca do forno, corda, pique de pegar, cabra-cega, chicotinho queimado, telefone sem fio, dominó, quebra-cabeça, caça-palavras, caça ao tesouro, dentre outros.
Sugestões de links de brincadeiras:
http://www.smartkids.com.br/passatempos/folclore.html
http://www.tvcultura.com.br/aloescola/infantis/brincarebom/brincadeiras-correcotia.htm
http://www.qdivertido.com.br/vamosbrincar.php
http://www.youtube.com/watch?v=WS2DlLLm8wQ&feature=related
Trava-línguas:
1- O rato roeu a roupa do rei de Roma
A rainha de raiva roeu o resto.
2- Olha o sapo dentro do saco
O saco com o sapo dentro
O sapo batendo papo
E o papo soltando o vento.
Sugestões de links de trava-línguas:
http://www.alzirazulmira.com/trava.htm
http://www.youtube.com/watch?v=cADYXvMUvQE&feature=related
http://www.qdivertido.com.br/verfolclore.php?codigo=22
http://pt.wikipedia.org/wiki/Trava-l%C3%ADnguas
Charadas e Adivinhações:
Tem cabeça, tem dente, tem barba, não é bicho nem é gente, o que é? (Resposta: alho).
Por que algumas pessoas colocam o despertador debaixo do travesseiro? (Resposta: para acordar em cima da hora).
Sugestões de links de charadas e adivinhações:
http://www.qdivertido.com.br/charadas.php
http://www.smartkids.com.br/passatempos/folclore-charadas.html
Parlendas:
Era uma bruxa
À meia-noite
Em um castelo mal-assombrado
Com uma faca na mão
Passando manteiga no pão.
-Uni, duni,tê
Uni, duni, tê,
Salamê, mingüê,
Um sorvete colorê,
O escolhido foi você!
Sugestões de links de parlendas:
http://www.abckids.com.br/parlendas.php
http://www.youtube.com/watch?v=CSwQ1z_uewI
http://www.qdivertido.com.br/verfolclore.php?codigo=21
http://www.suapesquisa.com/folclorebrasileiro/parlendas.htm
http://www.brasilfolclore.hpg.ig.com.br/parlenda.htm
Provérbios:
.Cada macaco no seu galho.
.Quem tudo quer nada tem.
.Devagar se vai ao longe.
.De grão em grão a galinha enche o papo.
Sugestões de links de provérbios:
http://www.suapesquisa.com/musicacultura/proverbios.htm
http://www.fraseseproverbios.com/
Na sequência, peça aos alunos que se organizem em pequenos grupos. Alguns grupos ficarão responsáveis pelas brincadeiras, músicas e danças, outros pelas lendas, parlendas e charadas, outros ainda pelas trava-línguas... Cada grupo deverá pesquisar e preparar o material necessário para a realização das atividades que acontecerão na escola em comemoração ao Dia do Folclore. Com a colaboração e participação dos professores, deverão buscar formas criativas para desenvolver as atividades.
Lembrete:
Professor, liste com os alunos todas as providências necessárias para o dia do evento. Distribua as tarefas entre todos. Não se esqueça de: reservar com antecedência o espaço físico da escola onde acontecerão as atividades; providenciar todo o aparato áudio-visual; elaborar os cartazes e convites do evento; encaminhar com antecedência os convites para os pais dos alunos, dentre outras.

Atividade 3:

É chegado o Dia da Comemoração do Folclore na escola! Dia de festa! No espaço destinado ao evento, distribua os cartazes produzidos e ilustrados pelos alunos contendo os textos sobre o Folclore Brasileiro, para que as pessoas possam se informar ou mesmo ampliar os seus conhecimentos sobre o assunto.
Inicialmente, relatem para as pessoas presentes o processo de construção do trabalho, as descobertas, as curiosidades...
Em seguida, exibam para os convidados um vídeo previamente escolhido por vocês e, após a apresentação, abram espaço para um debate.
Prosseguindo, cada grupo de alunos deverá ocupar o espaço previamente determinado, para a realização das brincadeiras e atividades.
Finalizando, solicite aos participantes uma avaliação do evento, contemplando possíveis sugestões de atividades envolvendo toda a comunidade escolar, a serem realizadas no decorrer do ano letivo. A avaliação deverá ser feita por escrito e colocada em uma caixa destinada a esta finalidade.
 Avaliação
A avaliação deverá ser contínua, processual e diagnóstica durante todo o desenvolvimento da aula: acompanhar e avaliar os alunos nas diferentes etapas do processo de aprendizagem, compreender as estratégias utilizadas por eles na construção do conhecimento e organizar formas de intervenção adequadas às reais necessidades dos alunos e que possibilitem avanços cognitivos.
Auto-avaliação dos alunos (oral ou por escrito): Participação individual e grupal nos momentos da aula propostos pelo professor, envolvendo as atividades de preparação e a apresentação no Dia da Comemoração do Folclore na escola..
Avaliação dos alunos pelo professor: Respeito aos momentos de fala e de escuta e às opiniões dos colegas. Envolvimento e participação dos alunos nas atividades propostas. Avaliar se os alunos foram capazes de perceber a importância da diversidade e riqueza do folclore brasileiro; de pesquisar e selecionar informações importantes; de criar textos; de planejar e realizar festividades pelo Dia do Folclore.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...